Documentos obtidos em inspeções ordinárias não podem ser utilizados como prova

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Documentos obtidos em inspeções ordinárias não podem ser utilizados como prova

Tribunal Constitucional

Ac. (EXTRATO) do Trib. Const. 298/2019 – Julga inconstitucional a interpretação normativa dos artigos 61º , nº 1, alínea d), 125º e 126º , nº 2, alínea a), todos do Código de Processo Penal, segundo a qual os documentos fiscalmente relevantes obtidos ao abrigo do dever de cooperação previsto no artigo 9º , nº 1, do Regime Complementar do Procedimento de Inspeção Tributária e Aduaneira e no artigo 59º , nº 4, da lei geral tributária por uma inspeção tributária realizada a um contribuinte, durante a fase de inquérito de um processo criminal pela prática de crime fiscal movido contra o contribuinte inspecionado e sem o prévio conhecimento ou decisão da autoridade judiciária competente, podem ser utilizados como prova no mesmo processo.